Pages

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

POR 2 CM


Pela segunda vez na temporada regular, os cowboys teriam o seu grande rival pela frente jogando no Texas, onde não venceu o Giants ainda. Seria apenas mais uma partida coberta de rivalidade e provavelmente com uma vitória discreta do Giants que ainda tenta achar o melhor jogo e com um Eli Manning decisivo ao extremo, principalmente no último quarto. Já os Cowboys tem uma campanha muito irregular e Tony Romo um personagem bem contestado.

Romo seria o personagem negativo do primeiro tempo da partida, conseguiu a impressionante marca de 3 interceptações e um placar humilhante de 23 x 0 para os nova iorquinos, que jogavam tranquilo e soltos, vaias eram ouvidas todas as vezes em que o QB texano pegava na bola. A atmosfera era infernal para o time da casa. Uma tragédia se anunciava. Mas como se trata de uma das franquias mais vitoriosas e tradicionais da NFL e o "bipolarismo" de Romo, os cowboys conseguiram a proeza de anular o poderoso ataque dos atuais campeões e viraram o jogo, como muita coragem e raça, Witten, Bryant e Austin começaram a jogar, 24 x 23 era o placar incrível recuperado.

O jogo seguiu de forma fantástica até o FG acertado pelo Giants, levando o placar para 29 x 24, o que significaria a vitória através apenas de um TD que Romo deveria conduzir, controlando o tempo de forma correta, o QB quase fez o milagre quando lançou um foguete em direção a endzone que teria sido espetacular se não fossem os 2 cm que a mão do recebedor, Bryant atingiu o lado de fora do campo, antes do choque ao chão. De qualquer forma a NFL nos proporcionou mais um grande jogo desse esporte sensacional. A vitória dos Giants foi justa, pois um time que comete 6 reversões, sendo 4 interceptações e 2 fumbles não pode querer sorte melhor. O jogo terminou com aquela sensação de que ambos fizeram o que podiam e os Giants conseguindo sobrevier aos cowboys.

Obrigado NFL por você existir!

domingo, 28 de outubro de 2012

FELIZ 2013!


O que falar não sendo repetitivo a posts anteriores no que se refere a bizarra situação do Vasco nessa reta final de brasileiro, eu pensei bastante e lembrei de algumas coisas que ainda não foram faladas, por exemplo, não quis falar da derrota de ontem, quase que protocolar hoje, pensei em fazer uma retrospectiva  pra entrar no clima de fim de ano.

Depois do título da copa do Brasil de 2011, quebrando um jejum de 7 anos sem ganhar um título e da empolgante disputa do título do brasileiro do mesmo ano, vencida pelo Corinthians na última rodada, houve uma profunda sensação de que os bons tempos estariam voltando a rondar São Januário depois de um longo e tenebroso inverno, até com passagem na maldita segunda divisão.

O ano de 2012 começou com um clima diferente, depois de muito tempo o Vasco era candidato e favorito a vencer títulos, voltou a ser respeitado. Estava de volta a libertadores depois de 11 anos de ausência e chegava ao brasileiro como uns dos 4 ou 5 candidatos ao título. Não havia nada de notável no time, e sim um time muito aplicado e acertado dentro de campo, sempre sabiam o que fazer dentro da cancha. Caminhava muito bem na libertadores, quando conseguiu até chegar na última rodada da fase de grupos já classificado e enfrentaria o Lanús, passaria com sufoco e encontraria o futuro campeão da competição, a eliminação se deu de modo dramático e sem dúvida nem o Boca Jrs., adversário do timão na final, causou tantos problemas quanto o jogo diante do Vasco. Enquanto no brasileiro começava uma caminhada que parecia que iriamos bordar a 5° estrela no peito. Eis que o Presidente/Deputado, tem a brilhante ideia de vender meio time.



Foi ai que todo o desespero começou, um time que esteve entre os 4 melhores do campeonato brasileiro por 53 rodadas consecutivas, amarga uma decadência de tal forma, que ao começar a rodada em 5° e finalizou na 7° posição, óbvio que 5 derrotas consecutivas não são impunemente contabilizadas, derrubaram o treinador na tentativa de buscar uma solução para a fragilidade do elenco, que já foi abordado e não o farei mais, o que chegou está completamente perdido, não tem time, não tem dinheiro para pagar salários, não há confiança, enfim, nada mais resta a não ser um principio de crise institucional.

Enquanto apaixonados pelo clube procuram soluções para tentar fazer 2013 um ano melhor, o nobre presidente procura poços artesianos no clube para sanar a falta de água do clube. Não sei se é trágico ou cômico essa situação, o fato é que se não for tomada uma providência já visando 2013, teremos um destino negro.

Jogadores Já! Feliz 2013, Vasco!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

DERBY DA COSTA SUL

 http://www.tiktaka.com/wp-content/uploads/2012/09/soton-pompey-590x320.jpg
O South Coast Derby ou Hampshire Derby, são termos usados ​​para descrever os jogos entre Portsmouth e Southampton .
Os dois clubes são os mais bem sucedidos da costa sul da Inglaterra, e ficam apenas 17 quilômetros de distância um do outro. No entanto, os dois clubes têm estado em divisões diferentes, eles raramente jogam entre si em comparação com o North London Derby e Noroeste derby que foram disputados por mais de cem vezes. No entanto, por causa da promoção de Southampton para a championship ao final da temporada 2010/11, o derby foi jogado por duas vezes na temporada 2011/12, os dois jogos terminando empates.

Portsmouth é numéricamente mais bem sucedido dos dois clubes, sendo campeão da Inglaterra em 1948/49 e 1949/50 e duas FA Cups em relação ao sucesso solitário dos Saints, a FA Cup em 1976, apesar disso, Southampton venceu mais partidas no confronto, e tem estado mais regularmente nas divisões superiores em comparação ao Portsmouth, incluindo os seus 27 anos consecutivos na primeira divisão do futebol Inglês.
Southampton foi originalmente formado em 1885 como Associação Jovens de Maria FC, antes de adotar o nome de Southampton St. Mary, quando o clube ingressou na Liga Sul em 1894. Depois que ganhou o título da Liga Sul em 1896-1897, o clube tornou-se uma sociedade limitada e mudou seu nome para Southampton FC; Portsmouth foi fundado em abril de 1898 e entrou para a Liga Sul em 1899 .

A primeira partida entre os dois clubes foi um amistoso em  Fratton Park, estádio do Portsmouth, em 1899. A partida foi vencida por 2 x 0 pelo Pompey. Southampton e Portsmouth jogaram pela primeira vez em uma competição oficial, na Liga Sul, em abril de 1900, com o Portsmouth ganhando duas vezes em três dias. As equipes se reuniram regularmente na Liga Sul, e nos primeiros anos do século 20 eram rivais ao título da liga, com Southampton tendo o título em 1901, 1903 e 1904 (tendo também sido campeões em três temporadas consecutivas 1896/97 e 1898/99, antes da formação do Portsmouth) e o Pompey tendo o título em 1902 e novamente em 1920.

http://www.tfbets.com/media/news/49151-1346712008.jpg

O primeiro dos quatro clássicos na FA Cup foi realizado em 1906, quando o Southampton bateu o Pompey por 5 x 1. Na temporada 1920-1921, ambas as equipes foram admitidas na Liga de Futebol ( Primeira Divisão). O primeiro jogo na liga entre os dois foi em 11 de setembro de 1920, com o Southampton vencendo por 2 x 0. Depois de duas temporadas na Terceira Divisão, os Saints foram promovidos como campeões em 1922. O Pompey se juntou a eles na Segunda Divisão em 1924 e foram promovidos para a Primeira Divisão em 1927. 
 
Com o Southampton estando em uma divisão superior na maior parte no período de 1960 até o início de 2000, os dois clubes raramente se encontravam. Southampton dominou o derby da Costa Sul  na era pós-guerra, com 14 vitórias contra 4 do Portsmouth. A promoção do Portsmouth a Premier League em 2003 reacendeu a rivalidade dos clubes. Southampton venceu dois dos três jogos disputados entre os dois na temporada 2003/04 .

A rivalidade foi crescente com a nomeação de Harry Redknapp como técnico do Southampton em dezembro de 2004, poucos dias depois de ele ter renunciado o cargo no Portsmouth, e menos de um mês depois de os Saints ter vencido Portsmouth em Saint Mary. No mês seguinte, os saints derrotaram seus rivais em uma partida quente na FA Cup, com Peter Crouch (que viria a se juntar Portsmouth em 2008) marcando de penalti no último minuto da partida.

http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2010/02/11/article-1250317-0213D6D90000044D-256_468x474.jpg 

Harry Redknapp

A chegada de Harry Redknapp do Portsmouth no Southampton trouxe a rivalidade entre os dois clubes para um novo nível. Quando Redknapp voltou ao Portsmouth em novembro de 2005, após o rebaixamento de Southampton, só serviu para as relações ficarem mais azedas entre os dois clubes. Presidentes dos dois clubes na época, Rupert Lowe (Southampton) e Milan Mandaric (Portsmouth), criticou publicamente um ao outro em enumeras ocasiões, com Lowe pedindo um inquérito sobre padrões irregulares de apostas na transferencia de Redknapp. Mandaric tinha mesmo enviado um pato em uma caixa como um "presente" de Natal para Lowe (como Lowe estava em uma viagem de caça, quando o "calvário" começou), mas esse único gesto promoveu a animosidade entre os dois.

http://www.bbc.co.uk/blogs/philmcnulty/harry438.jpg 

 Numeros do confronto:


Total104 (40%)3 (30%)3 (30%)
Premier League63 (50%)1 (17%)2 (33%)
FA Cup21 (50%)0 (0%)1 (50%)
Championship20 (0%)2 (100%)0 (0%)
Portsmouth em casaJogosPortsmouthEmpatesSouthampton
Total42 (50%)2 (50%)0 (0%)
Premier League32 (67%)1 (33%)0 (0%)
Championship10 (0%)1 (100%)0 (0%)
Southampton em casaJogosPortsmouthEmpatesSouthampton
Total62 (33%)1 (17%)3 (50%)
Premier League31 (33%)0 (0%)2 (67%)
FA Cup21 (50%)0 (0%)1 (50%)
Championship10 (0%)1 (100%)0 (0%)

Fonte: http://www.zerozero.pt/confronto_equipas.php?op=ver_confronto&equipa_1=1137&equipa_2=90

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

SUGESTÃO

 http://www.blablagol.com.br/wp-content/uploads/2009/10/Roberto-Dinamite-e-S%C3%A9rgio-Cabral.jpg
Gostaria de dar uma sugestão ao nobre presidente do Vasco da Gama, eterno ídolo dentro de campo, Vossa Excelência o Deputado Roberto Dinamite. Aproveitando o clima de fraternidade do dia das crianças e a forma submissa a qual ele comanda um do maiores times do Brasil, o mesmo poderia formular uma campanha para que o Fluminense ganhe honras ao mérito no jogo de domingo diante da Ponte Preta que será realizado na colina histórica de São Januário. Já que o "co-irmão" não possui casa, São Januário virou um reduto tricolor.

Lembrando que o nobre deputado/presidente não faz questão de ser campeão brasileiro, visto que vendeu meio time no decorrer do torneio e o reforçou com jogadores de nível de série C, talvez ele queira ver o Fluminense dando a volta olímpica em São Januário, com distribuição de faixas, aplausos e quem sabe ele mesmo entregando o troféu ao clube das laranjeiras.

Já que a intenção dele é que o Vasco seja um clube que habite a 9° posição do torneio, algo que fará com louvor, espero que ele faça as honras para o virtual campeão brasileiro de 2012, com muitos méritos, colocando na camisa do Vasco os seguintes dizeres:

"Parabéns Fluminense, você é o orgulho do Rio de Janeiro". Que tal esse slogan?

Deu para entender o porque o Vasco está no poço?

http://www.mancheteonline.com.br/wp-content/uploads/2012/07/PETER.jpg

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A ESPERA DO ACASO

 http://extra.globo.com/incoming/6370004-88b-751/w640h360-PROP/vasco.jpg

Depois da partida de ontem três perguntas vieram a minha cabeça: faltou qualidade, faltou tranquilidade ou esse limitado time já fez além de todas as espectativas? Um time completamente dominado pelo adversário do início ao fim, incapaz de organizar uma boa jogada, esbarrando na falta de jogadores de qualidade, e nem podem dizer que a torcida pressionou, pois o time vinha de uma partida vitoriosa e desgastante diante do lanterna, Atlético-GO, no fim de semana, ainda sim o time estava nervoso.

Sendo repetitivo a outros posts que já escrevi sobre esse time, o Vasco tem uma grave problema de criação, o meio campo é um deserto com um oásis, Juninho. Desastre ainda maior são as laterais, jogadores fracos em todos os quesitos. O elenco do Vasco é pobre técnicamente. No jogo de ontem diante de um adversário que vai se encontrando na competição, parecia um monte de juvenis enfrentando um time experiente, não acho que o São Paulo seja um time tão melhor, apenas há uma organização tática imposta pelo ótimo Ney Franco, a presença de um atacante mortal como Luís Fabiano (enquanto Alecsandro luta eternamente com a bola) e uma noite inspirada do grande goleiro Rogério Ceni, foi o suficiente para praticamente entregar a 4° vaga da libertadores ao clube de São Paulo.


http://s2.glbimg.com/GyCmr5qMrHFUSVVHqi7RJYRncH_CGxqv3qqPi1LBnEJ_Wlw1C_PsBFiSz2vjrqYi/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2012/10/11/rogerioceni_luisfabiano_ae_ralfsantos.jpg

No que se refere ao técnico Marcelo Oliveira, trocar um lateral de oficio, por mais mal que esteja por um volante que já provou em muitas ocasiões que não dá certo, e o próprio ser driblado de forma patética no segundo gol do tricolor paulista, num belo gol de Osvaldo, diga-se de passagem, provou-se que há um erro, manter um jogador que não tem mais vida útil no Vasco como Éder Luís, um pouco por falta de opções e outra por alguma convicção que não sei qual é, e por fim, a não ser que tenha sido por contusão, informação que não li ainda, penso que só se troca zagueiro por zagueiro em caso de contusão. Esse é o preço caro que se vai pagar pela troca de treinador no meio de uma competição como essa.

O detalhe dessa derrota de ontem é que o São Paulo encostou de vez, ficando a 1 pt atrás e viu o Internacional se aproximar, ainda que timidamente, mas venceu e está a 5 pts. Olhando os próximos jogos dos dois times, observe se há esperança de algo positivo.


Sequencia do Vasco e São Paulo nos próximos jogos:

Vasco                                        São Paulo

- Santos (F)                                - Figueirense (C)
- Botafogo                                  - Atlético-GO(C)
- Internacional (C)                      - Flamengo (F)
- Corinthians (F)                        - Sport (F)

Frase do Juninho ao fim do jogo:

"Depois de uma temporada com tanta dificuldade, tanta coisa que falta, sofrimento dos jogadores, mas o time tem saído com resultados heróicos. Não são as mesmas forças, o São Paulo chega organizado, sem faltar nada, o Vasco está na 29ª rodada e desde que começou o ano nunca sabe como vão resolver as coisas, sempre esperando, isso desgasta muito, mas a gente vai lutar até o fim"

http://www.boainformacao.com.br/wp-content/uploads/2012/09/juninho_marcelosadio1024.jpg

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

MESSI, MESSI E MESSI

A estrela argentina, com 17 gols, está a um gol da marca da lenda madridista, Di Stefano (18)

O '10 'do Barca totaliza agora 12 gols e 5 assistências em 11 jogos oficiais esta temporada

Leo Messi é o primeiro jogador a chegar a 100 gols no Camp Nou


http://contenti1.espn.com.br/image/wide/622_d25cad44-0f65-3ecd-be1a-7de1ebd83641.jpg

Messi ficou três partidas sem marcar. Nada para se chamar atenção se falarmos de um jogador normal, ultrajante para o melhor jogador do mundo. Neste domingo, contra o Madrid, fez o seu quinto gol e assinou  dois na mesma partida na temporada, após as vitórias obtidas contra o Real Sociedad, Osasuna, Getafe e Spartak Moscou. Ele tem 12 gols e 5 assistências em apenas 11 partidas oficiais neste curso.

Com esses dois gols, Messi soma 17 em total dos Clássicos, dois a mais que Raul e apenas um a menos que Di Stefano. O jogador da década de 50 fez 14 na liga, enquanto Messi, que tem 10, fez mais em outras competições. Dois destes 17 originados de uma cobrança de falta nos últimos dois clássicos.

http://2.bp.blogspot.com/_dbqFPUxIy-o/S8xkpNeTNCI/AAAAAAAAAGY/IRLymeJr2i8/s1600/distefcups.jpg 


150 gols no Camp Nou

 Ele tem 100 gols no Camp Nou e 150 em todas as competições. Fora tem 115. Em 2012, já soma 65 gols e 20 assistências, incluindo jogos do Barcelona e da seleção argentina.

Suas vítimas preferidas

18 gols: Atlético de Madrid
17 gols: Real Madrid
14 gols: Sevilla
12 gols: Zaragoza, Osasuna e Racing


Fonte: Site do FCBarcelona, matéria do dia 08/10/2012

terça-feira, 2 de outubro de 2012

RIVALIDADE EXCESSIVA!



http://i.dailymail.co.uk/i/pix/2011/04/24/article-1380107-0BC1EB3C00000578-484_634x382.jpg
  
Lojas são forçadas a mudar o tom da roupa. Semáforos são quebrados. Parece surpreendente que uma cidade pode detestar muito essas coisas, mas Larkhall faz. Pois é verde, o que provoca tanta ira nesta cidade Lanarkshire que fica fora Glasgow? Sim, a cor. Até agora, o desprezo com que o tom verde que é realizado por toda a cidade fez com que o Subway, cadeia de lojas de sanduíche mudasse a sua sinalização tradicional para preto e as farmácias locais mudar a sua fachada para o azul. 

A razão é simples, parece estranho, mas e a rivalidade do futebol. Em Larkhall, o verde é imediatamente associado com o catolicismo, o republicanismo irlandês e do time de futebol de Glasgow, o Celtic. E em Larkhall, a grande maioria das pessoas se proclamam protestantes, sindicalista, e partidários de outro time de futebol de Glasgow, o Rangers.

  http://www.franchisehelp.com/wp-content/uploads/2012/02/Subway-Franchise-Exterior-3.jpg

Bem consciente da força do sentimento, muitas lojas já cederam a essas "exigencias". Mas uma rede de supermercados Asda desafiadoramente disse que não iria mudar seu logotipo tradicional verde. Houve sugestões, aparentemente de habitantes e, certamente, de um jornal local, que a loja iria apresentar uma fachada única azul, mas este foi negado por um porta-voz, que disse: "Nós usamos esta em toda a Escócia e Reino Unido, e sinto que é popular e bem reconhecido. " 

Mas isso não foi além. Uma nova loja, deveria ser construído, traria um flash raro de verde para a cidade. Num simples passeio pelas ruas, de cada casa da cidade de 15 mil habitantes, apenas uma porta de entrada é verde. Semáforos, com suas lâmpadas verdes, são outra vítima. Entre 2004 e 2007, 205 conjuntos de semáforos foram quebradas, custando quase o conselho £ 17.000 para reparar. Houve até mesmo alegações de que jovens bêbados tentaram atear fogo à grama. 

Em 2002, uma rede de Farmácias na cidade mudou suas cores de verde e branco para vermelho, branco e azul. Houve também relatos de que caixas Telewest telefone - originalmente verde - foram vandalizados e reapareceu azul. E enquanto uma rede local de restaurantes indianos tem uma farda verde e branco em outro lugar, em Larkhall é azul e branco. 

Outro exemplo é o das grades do parque local. Na década de 1990, o conselho municipal pintou de verde, um ato que se mostrou impopular. Em 2001, um morador pintou um trecho de vermelho, branco e azul, e, com o apoio de Karen Gillon, o MSP de Trabalhadores locais, as cores da rainha foram tiradas.

 http://s.wordpress.com/imgpress?fit=1000,1000&url=http%3A%2F%2Fmadisonoakley.files.wordpress.com%2F2011%2F03%2Ffrankley-front.jpg


Mas talvez o exemplo mais alto do perfil da cidade de matiz ódio veio em 2006, quando Graeme Dott, um dos filhos mais famosos de Larkhall, ganhou o campeonato de snooker do mundo. O torneio é patrocinado pela 888.com, cujas cores são verde e branco. Dott se recusou a mostrar o troféu em Ibrox Park, casa do Rangers, a menos que as fitas fossem trocados para azul. 

Jackie Burns, um vereador local, diz que a cidade, que tem 2.000 moradores católicos, está sendo retratado de forma injusta. "Larkhall é uma comunidade, integrada e mista", disse ele. "É semelhante a muitas cidades no oeste da Escócia e eu certamente não estou ciente de que é de alguma forma diferente."



Fonte: The Independet, edição on line de 1°de Novembro de 2008

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

MUITO ALÉM DE ALGOZ



Na temporada de 2010/11, o Belgrano foi quarto na classificação da Nacional B, segunda divisão argentina, atrás do Unión de Santa Fé e o Atlético Rafaela, que foram direto a primeira divisão, portanto, Los Piratas tiveram que jogar a terrível promoción contra ninguém menos que o maior campeão argentino da história, o poderoso River Plate, que havia ficado em 17° no indíce do promédio, onde se determina quem sobe ou desce.

No primeiro jogo, no Estádio Gigante Alberdi, em Córdoba, Belgrano derrotou o River por 2 x 0, com gols de César Mansanelli, que marcou aos 25 minutos do primeiro tempo cobrando  pênalti, enquanto Cesar Pereyra aos 5 minutos do segundo tempo marcou o gol que daria aquela vitória improvável. Um jogo muito tenso aguardava o Belgrando no Monumental, logo aos 5 minutos, o River já vencia por 1 x 0, o que dava uma profunda certeza de que tudo não passou de um pesadelo. Mas quando Mariano Pavone perde um penalti e aos 16 minutos do segundo tempo los piratas fizeram um gol, o calderão emocional que era o Monumental naquela tarde explodiu. O jogo foi suspenso devido a incidentes aos 44 do segundo tempo, e na resolução AFA dá a partida como vencida pelo Belgrano. No agregado Belgrano, superou 3 x 1 o River Plate, que caiu pela primeira vez em sua história.

Equipe: Juan Carlos Olave, Gaston Turus, Claudio Pérez, Cristian Luciano Lollo e tavio; Mansanelli César Guillermo Farré, Ribair Rodríguez e Juan Carlos Maldonado, Franco Vazquez e Cesar Pereyra

OK! Essa história você já conhece, mas pra falar de Belgrano é necessário tocar nesse ponto, mas o clube vai muito além de tudo isso, principalmente pela grande temporada que vem fazendo e pelo bom nível técnico apresentado.


 

O Clube Atlético Belgrano tem um dos torcedores mais numerosos e apaixonados por toda a Argentina, e sem dúvida, a maior da cidade de Córdoba. Isso é demonstrado não só pela média de público nos estádios, mas pelas maiores médias da primeira divisão. Belgrano é conhecido como "Los Piratas", um apelido que se estendeu além de uma conotação ao clube, hoje serve para identificar a localização do Bairro Alberdi.

Enquanto alguns atribuem a autoria do apelido aos próprios torcedores, argumentando que a inspiração foi um zagueiro antigo e bem conhecido de um bar que usava um tapa-olho, a versão que é mais "explicável" foi que o nome de "Piratas" foi atribuído aos torcedores celestes da década de 60, que se comportaram como verdadeiros piratas, saqueando e roubando em cada cidade que o Belgrano jogava. A verdade é que qualquer que seja a origem do apelido, agora os "piratas bar" caiu no gosto geral.



A melhor temporada na primeira divisão, ou seja, a última, fez o suficiente para permanecer na elite sem sofrimento. A equipe liderada por Ricardo Zielinski somou 16 pontos após nove rodadas, fruto de quatro vitórias, quatro empates e uma derrota. As vitórias foram sobre o River (2-1, fora), Racing (1-0, em casa), Arsenal (2-0 Fora) e Godoy Cruz (1-0 em casa).Empates diante de San Lorenzo (0-0 em casa), Colon (2-2, fora), Newell (0-0, em casa) e Quilmes (1-1 fora). A única perda foi contra Velez (0-1).


Após o fim do Torneio Apertura 2011, Belgrano terminou com 31 pontos, com 8 vitórias, 7 empates e 4 derrotas. O jogador que mais fez gols foi Cesar Pereyra com sete. Belgrano foi a equipe de melhor campanha entre os visitante, mantendo-se invicto e somando 22 pontos, três a mais que o campeão Boca Juniors. Por outro lado aconteceu poucas vitórias quando o time jogou em casa, no Gigante Alberdi, onde somou apenas 9 pontos. O técnico, Ricardo Zielinski renovou seu contrato com o clube até dezembro de 2013. Para disputar o Clausura 2012 e do torneio inicial, o elenco não conta mais com sua estrela Franco Vazquez, mas chegaram Perez e o meia Matías Giménez .

Do que será capaz esse Belgrano? Os torcedores querem "algo mais" do que o número de pontos suficientes para manter-se longe das médias de rebaixamento. Pelo menos é isso que está claro com a pesquisa que foram feitas por fóruns na internet. A opção "Vagas em Copas (libertadores ou sul americana)" teve 46% dos 416 votos. As outras opções eram "para o Título" (24%) e "permanecer na elite" (30%). Uma vaga para Copa Libertadores de 2013 não é impossível, mas não é fácil. Por enquanto, o único classificado é o Arsenal (Clausura 2012 campeão). O segundo será o campeão do torneio inicial e o outro será o melhor colocado na Sul-Americana pela Argentina, onde ainda o Tigre, Colón e Independiente sobrevivem.