Pages

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

NOVOS E ALTOS VALORES

                           
A Liga de Futebol assinou um novo acordo de patrocínio por mais três temporadas com a atual parceira Sky Bet. O novo acordo, que vai dar um aumento nas receitas para os clubes das três ligas pertencentes a Football League, começará em agosto de 2016 e irá até pelo menos 2019.
Após a renegociação de direitos de transmissão recentemente anunciado pela Liga de Futebol , as suas três divisões continuam a utilizar os nomes de Sky Bet Championship, Sky Bet League One e Sky Bet League Two. Sky Bet também será a patrocinadora do título da Sky Bet Play-Offs. As mesmas já foram Coca-cola Championship, Npower Championship.
Resultado de imagem para coca cola championship
O presidente-executivo da Football League Shaun Harvey disse: "No momento em que a Liga de Futebol está muito focada em seu futuro, que inclui o nosso iminente aumento de valores de cotas para a EFL, é um grande incentivo para ver Sky Bet fortalecendo o aumento contínuo em nossa concorrência e os nossos clubes."
"Esta é uma excelente maneira de terminar um ano excepcional da liga de futebol e, em nome dos clubes, eu gostaria de oferecer o meu apreço a Sky Bet por seu compromisso contínuo."
O chefe executivo da Sky Bet  Richard Flint disse: "Ao longo das últimas temporadas ficamos muito satisfeitos em trabalhar com a liga, os clubes e suas torcidas, e por isso estamos felizes de estender o patrocínio da Sky Bet".
A liga também revelou os novos logotipos divisionais EFL e cores com a Sky Bet logotipo Championship com um novo design de ouro, Sky Bet League One um design de prata e Sky Bet League Two um design vermelho. O logotipo para os Sky Bet Play-Offs vai combinar as três cores juntas.
Em um comunicado recente, os clubes da Liga de Futebol terão um aumento nos pagamentos de garantias feitos a clubes rebaixados para as divisões inferiores já para o início da temporada 2016/17. 

Os três clubes rebaixados da Sky Bet League one recebem atualmente 50% do equivalente ao pagamento da cota Basic para League one por uma temporada, mas a partir da próxima temporada em diante será pago: 
- 100% do equivalente de pagamento da cota básica feito para a liga one  dos clubes no primeiro ano após o rebaixamento. 
- 50% do equivalente de pagamento da cota básica feito para a liga one para os clubes no segundo ano após o rebaixamento (a menos que o clube consiga promoção de volta para a Liga de Futebol na primeira tentativa). 

O chefe executivo da Football League, Shaun Harvey disse: "Nas últimas temporadas, vimos um número de clubes sofrendo um trauma financeiro grave após o rebaixamento da Football League e, em alguns casos de falência. Como resultado, tornou-se cada vez mais claro que é necessário rever as disposições existentes e abordar a nossa abordagem na gestão da transição financeira para os clubes nessas circunstâncias." 

Os clubes também votaram a alteração dos regulamentos de pagamento de garantias existentes dentro do Football League, que vai terá partir: 

- Clubes rebaixados Sky Bet Championship receberão 11,1% do pagamento por uma temporada. 
- Clubes rebaixados da Sky Bet League one recebem 12,6% do pagamento do Prêmio básico para clubes da Liga one por uma temporada. 

Esta alteração irá garantir que os clubes recebam um aumento proporcional e mais amplo nas distribuições financeiras para os mesmos que se incorporam ao novo acordo de transmissão da Liga. Para fins ilustrativos, os valores seriam algo em torno de £ 230,000 (R$ 1.150.000) e £ 85.000 R$ 425.000), respectivamente, para a atual temporada (considerando que os clubes rebaixados na verdade, receberiam £ 120,000 e £ 50.000, respectivamente, nos termos dos regulamentos anteriores). 

terça-feira, 5 de maio de 2015

FAZENDO HISTÓRIA


Em 01 de maio de 2015 marca 50 anos da primeira aparição do Leeds United em uma final da FA Cup,nesse dia, em Wembley, provou ser histórico por mais de uma razão. Com a participação do meia esquerda do Leeds United  de 25 anos de idade, o  Sul Africano Albert Johanneson, que abriu novos caminhos no futebol com ele se tornndo o primeiro jogador negro a estar na tradicional final dessa competição. O resultado em si foi bem decepcionante, porém, mesmo com o Liverpool vencendo por 2 x 1 na prorrogação, não havia nenhuma grande supremacia naquela final.

O jogo parecia se caminhar para um 2ª jogo, mas a cabeçada fatal de Ian St. John garantiu o troféu que voltaria a Anfield . O envolvimento de Johanneson, apesar de não ter sido algo muito relevante, foi talvez o fator mais importante naquela tarde, em Wembley, e hoje ele é considerado um pioneiro, abrindo o caminho para inúmeros jogadores  negros viessem a ter sucesso no campeonato inglês.


Depois de ter sido trazido por um professor da escola que frenquentava em sua cidade natal de Joanesburgo, Albert impressionou os olheiros  do Leeds em seu teste para o time principal e logo se tornou o primeiro jogador negro a assinar um contrato com o mitico Don Revie em 1961. Ele foi um motor e muito regular na temporada de 1963/64 contribuindo com 13 gols no campeonato em que o clube ganhou o acesso da velha Segunda Divisão, com o seu ritmo explosivo e faro de gol fez dele um dos favoritos da torcida.


O ex-companheiro de equipe, Billy Bremner, artilheiro do Leeds em 1965, estava entre aqueles que falou muito bem dos atributos de Johanneson. "Eu gostaria de dizer que ele foi um excelente jogador. Ele era muito letal pelas alas e também era excelente defendendo", disse o lendário escocês. "Todos estavam sempre preocupados em ressaltar o fato de ele ser o primeiro jogador negro a fazer isso, ou o primeiro jogador negro a fazer isso. Eles esqueciam completamente fato de que ele era um jogador fantástico e merece reconhecimento como um ser humano e jogador de futebol profissional ".

Depois de nove anos em Elland Road e pouco menos de 200 jogos pelo clube na premiership, Albert partiu para York City, após uma sucessão de lesões e a ascensão do jovem Eddie Grey que limitou suas oportunidades na lateral,ele ficou mais dois anos no York antes de se aposentar em 1972. Sua história depois do futebol é triste,  Albert faleceu tragicamente com apenas 55 em 1995. 50 anos após esse dia em Wembley, todos no Leeds United lembram-se com carinho de Albert e são eternamente gratos pelo que ele fez, não só para o clube, mas para todo o esporte

Ficha do Jogo:



Liverpool :   
Tommy Lawrence

 Chris Lawler
Gerry Byrne
 Geoff Strong
Ron Yeats (c)
Willie Stevenson
Ian Callaghan
 Roger Hunt
 Ian St. John
Tommy Smith
Peter Thompson
Técnico:  Bill Shankly

Leeds:
Gary Sprake
 Paul Reaney
 Willie Bell
Billy Bremner
 Jack Charlton
 Norman Hunter
 Johnny Giles
 Jim Storrie
 Alan Peacock
 Bobby Collins (c)
 Albert Johanneson
Técnico:  Don Revie

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

ADEUS DON ROMAN!!!


Apesar do últimos dias a imprensa paraguaia cravar que Roman estaria a caminho do Cerro Porteño, a decisão de se retirar do futebol foi a decisão mais acertada de um dos maiores jogadores da história em sua posição.

Riquelme passou os últimos seis meses de sua gloriosa carreira em seu clube formador, o Argentinos Juniors, essa volta as origens foi encarada como uma demonstração de gratidão ao clube que o projetou a o mundo e que estava na 2ª divisão. Com o objetivo alcançado, Riquelme saiu de "Los Bichos" com mais um dever cumprido.

Algumas razões que o levaram o argentino a decidir encerrar sua carreira, talvez a mais forte e compreensível, diga-se de passagem, foi a incapacidade que o meia manisfestava de enfrentar o grande amor de sua vida, o Boca Jrs.

"Tentei dar o meu melhor ao Boca, Argentinos Jrs., Villarreal, Barcelona e para a seleção. Estou muito feliz com minha trajetória", Riquelme


"O futebol é o jogo mais lindo, desde criança fui encantado pelo esporte. Tenho muitas lembranças e espero que as pessoas tenham gostado de como eu joguei futebol", disse Roman.
 

"José (Pekerman) me ensinou muito. Tive a sorte de jogar com muitos grandes jogadores e tive grandes treinadores", disse um Riquelme que quase nunca demonstrou emoção em campo com os olhos marejados.

"Eu também tive o privilégio de trabalhar com Bianchi, Bilardo, Basile, van Gaal e vários outros, com os quais, felizmente eu tenho uma boa relação e continuo falando, como Claudio Borghi, por exemplo. Eu fui o tipo de jogador que sempre acreditou que todos os treinadores ensinavam um pouco pra evolução do meu jogo".


A estreia de Riquelme no Boca aconteceu em 10 de novembro de 1996 em uma vitória de 2 x 0 sobre a Unión pelo campeonato argentino. Com o elenco "xeneize" ganhou seis títulos nacionais, cinco internacionais, incluindo três Copa Libertadores de América, um mundial de clubes e uma copa sul-americana, em 14 temporadas no clube.

Aos 36 anos de idade, Roman deixará um legado impenetrável, não tanto na seleção, onde não houve uma grande continuidade, mas no Boca e sobretudo no Villarreal, será sempre reverenciado, no submarino amarelo, apesar de perder o pênalti crucial naquela semifinal da UCL de 2006 diante do Arsenal no El Madrigal. E nem esse episódio diminuiu a reverencia que o torcedor espanhol tem pelo craque argentino. Além de uma passagem discreta pelo Barça.



Riquelme pode ser considerado um dos maiores ídolos da história do Boca Juniors, talvez até o maior, deixará uma história insuperável dentro e fora de campo. A representatividade da lenda do Boca é imensurável. Existe um verdadeira devoção ao craque. Parte da torcida do Boca tem Riquelme como o maior de todos, superando até "El Dios". Talvez no quesito títulos, sem dúvida. Roman é o oposto a Don Diego no que se refere a carisma. Mas o talento é algo de outro mundo. 

O que vos escreve pode colocar na lista dele de 3 maiores meias que viu, Riquelme, Zidane e Rivaldo. Não sei se nessa ordem, mas são esses três.

Clubes de sua carreira:

Boca (1996-2002, 2007, 2008-2014), Barcelona (2002-2003), Villarreal (2003-2006, 2007), o Argentinos Juniors (2014) Total: 591 Jogos e 148 gols.

Boca: 388 Jogos e 92 gols

Barcelona: 42 Jogos e 6 Gols

Villarreal: 143 Jogos e 45 gols

Argentinos Juniors: 18 Jogos e 5 gols.

Seleção argentina: Sub 20: 21 Jogos e 7 Gols; Sub 23: 7 Jogos e 1 Gol; Seleção principal: 51 Jogos e 17 Gols

Títulos nacionais:

Torneio Apertura - Boca Juniors - 1998

Torneio Clausura - Boca Juniors - 1999

Torneio Apertura - Boca Juniors - 2000

Apertura - Boca Juniors - 2008

Torneio Apertura - Boca Juniors - 2011

Copa Argentina - Boca Juniors - 2011/12

Títulos internacionais:

Copa Libertadores - Boca Juniors - 2000 - 2001 - 2007

Mundial de clubes - Boca Juniors - 2000

UEFA Intertoto Cup - Villarreal - 2003 - 2004

Recopa Sul-Americana - Boca Juniors - 2008

Títulos com a seleção Argentina:

Sul americano Sub-20 - 1997

Torneio de Toulon - Seleção Argentina Sub 23-1998

Ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008


terça-feira, 13 de janeiro de 2015

CRISE?


É notório a queda do Athletic nessa temporada, clube que naufragou na sua ida a UCL não passando de fase num grupo que poderia ser bem acessível. Em La liga, faz uma campanha pífia, é só o 13ª colocado com 5 vitórias e 9 derrotas, com 23 gols sofridos. Muito diferente da temporada passada, em que nessa altura do campeonato o clube Basco já acumulava 10 vitórias e 5 derrotas e se encontrava em 4ª lugar, posição essa que terminou a temporada.

Athletic está a 13 pts das competições europeias e ao mesmo tempo 3 da zona de rebaixamento, ou seja, a preocupação é muito maior com o rebaixamento (fato inédito na história do clube) do que uma volta a UCL. O que restou ao clube é uma participação na UEL, o adversário será o Torino. 

O próximo jogo é contra o Villarreal no El Madrigal. Lembrando q o time perdeu na catedral pro rebaixável Elche na última rodada.

Marca elencou alguns erros do Valverde no Athletic de 2014/2015.
1ª: Incapaz de renovar o elenco após as saídas de Llorente, Amorebieta e o Ander

2ª inflexibilidade no esquema: Morre abraçado no 4-2-3-1... As únicas variações acontecem  na hora do desespero.

3ª Incapaz de rodar o elenco, mesmo jogadores, mesmo mal tecnicamente não saem do time titular, como por exemplo Gupergi, ele não mexe.

4ª Péssimo aproveitamento de alguns jogadores, Aurtenetxe, por exemplo, que na minha opinião é muito melhor que o Balenziaga.

Há jogos em que o De Marcos, que joga de lateral direito, na mesma partida faz 3 ou 4 funções.....Isso dá um nó na cabeça do cara;

Não sei se o Valverde deve sair, mas que ele tem que mudar a postura do time tem....

Tirar esse maldito 4-2-3-1 e implementar  o modelo que deu muito certo no time, o 4-3-3. Uma escalação interessante, até aproveitando pra renovar o time principal: 

Iraizoz (Hirrerin), De Marcos, San José, Laporte e Autenetxe; Iturraspe, Aktxe, Unai; Munian, Aduriz (Guillermo) e Susaeta.

A sequência é: Villarreal (F), Málaga (C), Levante (F), Barça (C)...Fecha a casinha e vai com fé em San Mamés

domingo, 6 de julho de 2014

CAMPEONATO DE GENTE GRANDE


Teremos nessa temporada que se inicia o dérbi de Edimburgo na 2º divisão; É um "mini" Old Firm. Esse dérbi é jogado desde 1875, Hearts x Hibernian vão jogar juntos a championship escocesa. 116 jogos no total, 52 vitórias do Hearts, 43 empates e 21 vitórias do Hibernian. Os dois rivais da capital escocesa tem 4 títulos cada um.

O jogo do turno será dia 14/08 em Tynecastle, cancha do Hearts e a volta no Easter Road 25/10. E o 3ª jogo será no dia 15/04 na cancha do Hibbie.
Alem desses dois ai, tem o Rangers que é o franco favorito a voltar a SPL;

Na Escócia são 12 times que disputam a 1ª divisão em 3 turnos. Depois que fazem 33 jogos, a tabela é divida no meio, os 6 primeiros jogam entre si e os 6 últimos jogam entre si o que dará 38 jogos.

Aberdeen, Celtic, Dundee United, Hearts, Kilmarnock, Motherwell e Rangers são os fundadores da liga. Desses Rangers e Hearts caíram pra 2ª.

Futebol escocês é bom prq não tem mimi. Futebol rústico e de boa qualidade. Como diria Muricy, se vc gosta de show, elástico, jogadores galáticos, passe longe da SPL.

1º divisão começa dia 09/08: Aberdeen x Dundee United; CELTIC x Partick Thistle; Dundee x Kilmarnock; Hamilton x Iverness; Motherwell x St. Mirren e Ross County x St. Johnstone.

2ª divisão também começa dia 09/08, Rangers x Hearts e Hibernian x Livingstone.

Foto: Teremos nessa temporada que se inicia o dérbi de Edimburgo na 2º divisão; É um "mini" Old Firm. Esse dérbi é jogado desde 1875, Hearts x Hibernian vão jogar juntos a championship escocesa. 116 jogos no total, 52 vitórias do Hearts, 43 empates e 21 vitórias do Hibernian. Os dois rivais da capital escocesa tem 4 títulos cada um. 

O jogo do turno será dia 14/08 em Tynecastle, cancha do Hearts e a volta no Easter Road 25/10. E o 3ª jogo será no dia 15/04 na cancha do Hibbie. 
Alem desses dois ai, tem o Rangers que é o franco favorito a voltar a SPL;

Na Escócia são 12 times que disputam a 1ª divisão em 3 turnos. Depois que fazem 33 jogos, a tabela é divida no meio, os 6 primeiros jogam entre si e os 6 últimos jogam entre si o que dará 38 jogos. 

Aberdeen, Celtic, Dundee United, Hearts, Kilmarnock, Motherwell e Rangers são os fundadores da liga. Desses Rangers e Hearts caíram pra 2ª.

Futebol escocês é bom prq não tem mimi. Futebol rústico e de boa qualidade. Como diria Muricy, se vc gosta de show, elástico, jogadores galáticos, passe longe da SPL.

1º divisão começa dia 09/08: Aberdeen x Dundee United; CELTIC x Partick Thistle; Dundee x Kilmarnock; Hamilton x Iverness; Motherwell x St. Mirren e Ross County x St. Johnstone. 

2ª divisão também começa dia 09/08, Rangers x Hearts e Hibernian x Livingstone.

terça-feira, 24 de junho de 2014

O PASSADO GLORIOSO!!!


Em 1973, o Independiente foi campeão mundial jogando diante da Juventus. Detalhe, o campeão europeu daquele ano foi o Ajax de Cruyff. E prq a Juve jogou? Prq o Ajax se recusou a jogar essa final prq no ano anterior, o Independiente baixou o sarrafo no time holandês. E pipocaram de jogar de novo contra o campeão da libertadores e a Juve assumiu a tarefa de enfrentar o Rojo.

O independiente venceu aquela final em Roma por 1 x 0 com gol do Bochini, com a Juve tendo perdido um pênalti com Causio. O Rojo tinha vencido o 4ª título dos 7 que tem da Libertadores. Vencia o 1ª dos dois títulos intercontinentais que tem. Foi a 1ª vez que um time não campeão disputou essa final de clubes. O Nottingham Forest não disputou nenhuma final de clubes.
Ajax amarelou com medo dos argentinos...

 Melhores momentos desse jogo q eu citei entre Juve e Independiente.




Em 1984, o Independiente conquistava seu 7ª titulo de libertadores. E foi disputar o título intercontinental contra o Liverpool do Dalglish. Esse jogo foi encarado com uma "revanche" das Malvinas, que havia acontecido em 1982. 1ª q ingleses e argentinos se pegavam numa cancha. Vitória dos argentinos por 1 x 0 com gol de Percudani.

Vídeo desse jogo entre Liverpool x Independiente




Independiente tem 16 títulos internacionais, és rey de copas!!!


quinta-feira, 19 de junho de 2014

HORA DE OXIGENAR E NÃO MUDAR!!!!


A eliminação da Espanha de forma prematura ontem representa não o fim do "ciclo", mas uma necessidade latente de renovação. Os espanhóis talvez não se prepararam pra ser a "vidraça". Sempre foram encarados como uma equipe que chegava na hora H amarelava, não dava sequência a toda expectativa por trás da antiga fúria. Em 2008, ao vencer a euro diante da forte Alemanha, os espanhóis acalçaram um status maior no mundo do futebol. Ao mesmo tempo o Barcelona começava um trabalho que seria toda a base do sucesso da seleção espanhola. O mundo conheceu o Tiki-Taka. Esse jeito de jogar chegou ao auge no título da copa do mundo em 2010, quando não deu chances para os adversários e contando com os gênios Iniesta e Xavi.

Em 2014 a Espanha chegou ainda apegado ao mesmo estilo mas com peças mais envelhecidas, talvez a transição de geração não foi feita, 16 jogadores de 2010 estavam na lista final de Del Bosque. A copa do mundo cobrou o preço dessa falta de entendimento do momento de seus pilares, Xavi com 34 anos passou uma temporada temerosa no Barça. O capitão Casillas passa pelo inferno astral, apesar do título europeu, não foi titular na campanha da Liga. Enfim, a Itália de 2010, quando chegou campeã e apostou na formula com jogadores envelhecidos e com o mesmo técnico de 2006, e foi eliminada na 1ª fase sem fazer gol e ficando na lanterna, não serviu de parâmetro para os espanhóis. A chegada de Diego Costa a esse esquema de jogo talvez tenha sido a tentativa de mudar uma característica do time. O que na prática não se tornou efetiva, o entendimento do meio campo com esse ataque não deu liga. Time com "vícios" que a presença  de um atacante não seria simples. 

 


Mas o Tiki-Taka é um sistema de jogo que precisa ser aperfeiçoado. Todas as grandes escolas escola de futebol mundial possuem uma característica de jogo, não acho que a Espanha deva mudar seu estilo, precisa renovar, oxigenar o estilo, evolução fará bem a seleção que terá em 2016 a possibilidade de conquistar o tri da Europa na França. Após assimilar o duro golpe da eliminação, a Espanha já pode enxergar um futuro de renovação que é uma grande realidade. A Espanha é a atual campeã europeia sub 21. Uma das receitas da mudança do futebol espanhol passou pelas categorias de base que foram reformuladas, receita do sucesso alemão e da tal "geração belga".

Jogadores como Koke (Atlético Madrid), De Gea, (Manchester United), Thiago (Bayern), Carvajal (Real Madrid), Iñigo Martinez (Real Sociedad), Muniain (Athletic Bilbao), por exemplo são o futuro de "la Roja". Outros que estão chegando pra compor essa renovação, Bartra (Barça), Delofeu (Barça), Óliver Torres (Atlético Madrid),  Denis Suárez (Sevilla), Rubén Blanco (Celta), são jogadores que precisam de uma maior maturação pra pensar em 2018 na Rússia. Por tudo isso, a Espanha deva apenas reformular sua base de jogadores e oxigenar o Tiki-Taka. Trabalho a médio e longo prazo há.